blogger_32.png

Blog

{"module":"feed\/FeedModule","params":{"src":"http:\/\/blog.etnolinguistica.org\/feeds\/posts\/default?alt=rss","limit":"2"}}

(+mais)


O autor e sua obra: Pe. Luís Mamiani (1652-1730)

flickr:7158006657

O autor em destaque este mês na Biblioteca Digital Curt Nimuendajú é o jesuíta italiano Luís Vincêncio Mamiani (1652-1730). Missionário por cerca de quinze anos entre os Kipeá (Kiriri), Mamiani publicaria um catecismo bilíngue e uma gramática da língua indígena (família Karirí, tronco Macro-Jê). Sua "Arte de Gramática" é, ainda hoje, uma das melhores descrições coloniais de uma língua indígena das Américas.

A obra, no caso de Mamiani, não é apenas literária, mas também arquitetônica: o jesuíta foi também o fundador (1688) da Igreja de Nossa Senhora do Socorro na então Aldeia do Geru (hoje, Tomar do Geru, Sergipe), uma herança jesuítico-Kirirí hoje tombada como patrimônio histórico. A página sobre Mamiani em nosso site contém, além de informações biográficas, links para suas obras, inclusive as edições originais de seu catecismo (1698) e gramática (1699).

flickr_32.png

Exposição online

borum.jpg

Botocudos do Rio Pancas (por Walter Garbe, 1909)

openquote.gif

Aspas closequote.gif

""Com os olhos perdidos no Rio Doce, o querido Uatu, com a tranquilidade e a paz de quem reencontrou suas origens e sua própria razão de ser, os mais velhos cantarolavam baixinho ou falavam de seu passado, indicando-nos onde ficavam seus locais sagrados, locais de caça, as grutas onde haviam deixado suas marcas.""

(Lucy Seki, sobre o retorno dos Krenák a seu antigo território, depois das agruras do exílio na Fazenda Guarani, Notas para a história dos Botocudo (BORUM))

twitter_32.png

Twitter

This site is part of the Etnolinguistica.Org network.
Except where otherwise noted, content on this site is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.